Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

31
Jul18

Nenuco Real

quatro de treta e um bebé

WhatsApp Image 2018-07-27 at 20.44.22.jpeg

Desde cedo que todos enalteciam em mim o ar maternal.
Contam os "meus" que tratava os nenucos como se meus filhos fossem. Sentava-os à mesa, colocava-lhes babete, dava-lhes massa pelo único orifício que tinham, mudava-lhes a fralda. Quando tive varicela, eles também tiveram. Cuidei deles como cuidavam de mim.
Levava-os à praia, aplicava-lhes protector, não os expunha ao sol e levava-os ao mar, explicando-lhes que a bandeira estava amarela e que só poderiam molhar os pés!
Levava-os ao colo da minha mãe, dizendo "vai à avó"!
Passei pela gravidez colocando um balão debaixo dos meus vestidos.
Este era o meu mundo encantado...aquele que, apesar de embebido em fantasia, para mim, era o mais real de todos.
Adorava sentir que cuidava de alguém, que alguém dependia de mim, que alguém se confortava com o amor que lhes dava. Isso era ser mãe.
Já crescida, quando me perguntavam: e se te saísse o Euromilhões o que compravas? Eu respondia: nada. Era mãe de 4/5 filhos.
Hoje, tenho o NENUCO REAL.
A minha boneca preferida chegou, e é tão, tão bom. Melhor do que o que alguma vez projectei.
Ser mãe antes dos 30 era a minha meta. E aconteceu.
Hoje, com 29 anos, sinto que este ser tão pequenino chegou para dar sentido ao lado maternal que sempre esteve em mim tão evidente. Hoje com mais sentido. Hoje mais real. Hoje melhor.
A B. enche-me o coração e faz -me sentir outra pessoa. Mais completa, mais realizada e mais segura.

 

Bem-vinda B.

 

Com amor,

 

S.

31
Jul18

Bom dia e boas séries #1

quatro de treta e um bebé

Olá pessoas!

 

Aqui a viciada em séries não podia começar esta aventura sem que o primeiro post fosse um apanhado de algumas séries interessantes/não assim tão divertidas/talvez um bocadinho giras, mas que valem a pena ver este verão!

 

Ora bem, pelos meus cálculos (ou da app que tenho no telemóvel, sejamos sinceros) eu acompanho 104 séries, mais ou menos. Vá, não se passem já, dentro deste número estão aquelas que já acabaram ou foram canceladas ao longo dos anos e aquelas que eu ainda não comecei a ver mas quero muito ver (sim, está neste último grupo a Casa de Papel que ainda não vi mas está em lista de espera ou Narcos, que só vi um episódio, mas que sei que vou continuar). Apesar destas séries todas, não estejam a espera que vos sugira Game of Thrones, Breaking Bad, This Is Us ou outras séries em voga. Não vou sugerir porque, primeiro não vejo e depois, não tenho lá grande interesse em ver. Está bem que sou viciada em séries mas não vejo tudo e tenho  algum critério. O critério é o mais simples e básico de sempre, ser feliz. Ser feliz enquanto vejo uma série, é o mais importante. Gostar das personagens, importar-me com elas, querer saber mais sobre elas... O que me leva a outro problema, dificilmente, quando me apego a uma série sou capaz de a deixar. Aquela temporada até pode estar a ser um aborrecimento (enquanto as outras foram geniais, por exemplo), mas eu não a consigo deixar.. Faz-me confusão desistir das coisas e as séries não são excepção. Não, eu vejo a série até ao fim, quanto mais não seja para saber o que se vai passar com aquelas personagens, que já são um bocadinho minhas. (Sim, quando me cancelam uma série, só porque sim, sem a finalizarem, fico possessa!! Mas pronto, como calculam, logo outra vem e ocupa o seu lugar ahahah).

Continuando, hoje não vou falar de séries que adoro, e já acabaram, e que por já estarem completas, mereciam MUITO ser vistas, isso fica para outro post. Hoje vou só falar de séries que vejo nesta época, actualmente, e gosto muito.

 

 

Começo com o clássico, SUITS

 

Adoro de paixão esta série (ou não fosse eu advogada, claro que está, mas não é só isso). A série está muito bem feita, as personagens são geniais, prende-nos do início ao fim do episódio. A dinâmica Harvey and Mike, Harvey and Donna, Louis e qualquer outra personagem, é maravilhosa. No fim da sétima temporada o Mike e a Rachel saíram da série (como estão todos fartinhos de saber, não fosse ela a nova Duquesa de Sussex) mas começou ontem a oitava temporada e sei que vai ser óptima na mesma.

 

 

 

 QUEEN OF THE SOUTH

Comecei a ver esta série no ano passado e, em Junho deste ano estreou a sua 3ª temporada. É uma série baseada no livro homónimo de Arturo Pérez-Reverte e conta a história de Teresa Mendoza e todo o processo que ela e outras personagens seguem para derrubar o líder do trafico, que a obrigou a fugir para a América. É viciante esta série e muito bem feita. Com nomes como Alice Braga e Joaquim de Almeida. A não perder, mesmo.

 

 

 

 YOUNGER

É uma série de comédia-drama (eu, que não sou nada de comédias, adoro esta!) que acompanha Liza, uma mulher de 40 anos, divorciada, que tenta encontrar emprego na sua área, sem sucesso, devido à sua idade e ao facto de ter estado os últimos anos como dona de casa. Depois de ser elogiada por Josh, que lhe dá apenas 26 anos, ela decide fazer-se passar por alguém com pouco mais de 20 anos e assim conseguir o emprego de assistente editorial.

Cada episódio tem apenas 20 minutos, mas são super giros e divertidos. Conta já com 5 temporadas, cada uma com 12 episódios.

 

 

 

THE BOLD TYPE

Uma série que ainda só vai na segunda temporada, mas bastante promissora como série de verão. É leve, divertida, sem grandes dramas ou acontecimentos, mas entretém. Conta a história de três amigas que trabalham numa das mais importantes revistas de moda de Nova Iorque e o seu dia a dia para conseguirem realizar os seus sonhos, numa indústria que já de si é competitiva e põe qualquer pessoa à prova.

 

 

  

THE FOSTERS

Acabou este verão a série, os últimos três episódios foram ao ar no mês passado. Com 5 temporadas, é uma série que se pode dizer, familiar. Conta a vida de uma família americana pouco tradicional, composta por duas mães (Stef e Lina), o filho biológico de uma delas (Brandon) - a Stef e o ex-marido, seu colega de trabalho Mike -, dois gémeos latino-americanos adoptados (Mariana e Jesus), aos quais se juntam Callie e Jude, também dois irmãos, que serão por elas adoptados. Conta-nos os encontros e os desencontros da vida desta família e como com amor tudo se consegue.

 

 

 

THE ROYALS

Uma série um bocadinho maluquinha e pouco plausível, sobre uma realeza britânica nos tempos modernos.

 

 

 

IMPOSTERS

Esta é uma serie que, pelos vistos, acabou na sua segunda temporada. Eu ainda só vi a primeira, mas gostei muito. Conta-nos a história de uma “con artist” que casa com várias pessoas e foge com o dinheiro delas, até que estas se descobrem, juntam e decidem procura-la.

 

 

 

E, por hoje, ficamos por aqui.

Haverá posts sobre séries que vejo durante o ano, séries que já terminaram mas valem a pena ver, séries que estão no meu top de sempre, que são quase família. Mas haverá muito mais.

 

F.

 

31
Jul18

Nasceu a Benedita... e o Blog!

quatro de treta e um bebé

transferir.png

 

Nasceu a Benedita! A 5 de Julho de 2018, às 23h45, passou a fazer ainda mais sentido dar seguimento a este blog, que há muito (mesmo muito) se encontra em stand-by.
“Quatro de treta…e um bebé”, surgiu de uma amizade entre quatro pessoas que uma tal Ordem dos Advogados juntou.
Fomos #ofuturodaadvocaciaemportugal! Vivemos em conjunto a atribulada (adjetivo simpático) ingressão da OA. Estudamos juntas, mesmo à distância, tiramos dúvidas, debatemos temas, reclamamos, apoiamo-nos, fomos em frente, levamos tudo na frente e hoje somos #opresentedaadvocaciaemportugal. E que presente!
Não consigo dizer como é que esta ideia do blog surgiu. Mas serve, simplesmente, para opinar! Afinal, somos Advogadas, opinamos e pronto! O objetivo é partilhar ideias, sobre tudo, cada uma à sua maneira.
Iria chamar-se “Quatro de Treta e um Café”, mas entretanto, a Sofia deu-nos a melhor das noticias… IAMOS SER TIAS!
Sem qualquer dúvida que o 5.º elemento do grupo deveria ter um papel neste blog como irá, com toda a certeza, ter nas nossas vidas… o principal.
Assim… eis o “Quatro de Treta e um Bebé”… a Benedita. Que nasceu há uma semana e já impulsinou o nascimento deste blog também.

 

M.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D