Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

28
Fev19

Bom dia e boas séries #3

quatro de treta e um bebé

Olá pessoas!

Hoje venho falar-vos de uma das minhas séries preferidas de sempre (acho melhor começar uma rubrica, porque já há várias que sem dúvida são daquelas que digo ‘séries da minha vida’). Começou em 2003, teve 9 temporadas e acabou em abril de 2012. 9 temporadas, cada com 18 a 24 episodios (excepto a nona temporada que finalizou com 13) e 187 episódios no total.

ONE TREE HILL, estou a falar de One Tree Hill

one-tree-hill-serie-completa-D_NQ_NP_672957-MLB278

Não vi esta série desde 2003, nem pouco mais ou menos. Comecei esta série na 8ª temporada. Andava eu na faculdade, em Dezembro ou Janeiro, e vi as 8 temporadas de enfiada (como eu gosto ahah) entre o estudo para os exames. Aproveitava todos os intervalos e todos os pretextos para ver esta série. Fiquei totalmente viciada e, uma série que podia ser aparentemente um aborrecimento foi tudo menos aborrecida.

(intro da primeira temporada)

A história começa com o Lucas Scott (Chad Michael Murray) aspirante a ser jogador de basquetebol. É meio irmão do seu ‘rival’ Nathan Scott (James Lafferty) e não tem qualquer tipo de relação com o pai de ambos (Paul Johansson). É convidado para jogar na equipa da secundária lá da terra e onde, claro, estuda Nathan. Ora, o Lucas apaixona-se pela Peyton (Hilarie Burton) (previsível pois claro) que só poderia ser namorada do Nathan. E….a melhor amiga da Peyton, a Brooke (Sophia Bush) apaixona-se pelo Lucas. Nisto tudo o Nathan usa a melhor amiga do Lucas, a Haley (Bethany Joy Lenz) para atingir o Lucas mas azar dos azares apaixona-se por ela. Bom, para quem lê acha que isto é uma novela mexicana e que não tem ponta por onde se lhe pegue. Mas não, apesar de ser uma série que no início é para pessoas mais jovens é uma série boa e que depois do secundário salta automaticamente 5 anos (os anos da faculdade) e voltamos a acompanhar a vida destas pessoas enquanto adultos. Alem da temática do basquetebol, fala sobre os problemas que todos os adultos têm, emprego, filhos, relacionamentos frustrados, e que muitos infelizmente passam como anorexia, abandono, adopção, drogas e outras coisas mais. As personagens referidas são as basilares da primeira temporada, mas como devem calcular ao longo de 9 anos muita gente passou pela série.

Parecendo que não já passaram 16 anos desde o inicio desta série mas eu sou bem capaz de a rever um dia destes, tamanho o meu gosto por ela (ou se calhar não porque se voltar a ver não vou gostar tanto ahah).

 

(intro da última temporada, 9)

Btw, se me perguntassem se eu tenho personagens preferidas das séries todas que já vi/vejo, com certeza que a minha resposta passaria pela Brooke (Sophia Bush), uma das personagens desta série.

É uma série que entretem muito bem, que faz pensar, que faz rir, faz chorar (eu sou uma chorona, lamento! Mas há um epi em especial que nossa senhora, é de chorar do início ao fim xD).

Ah! É uma série com uma banda sonora maravilhosa. Muito boa mesmo, e muito bem feita! Lembro-me que na altura sacava imensas músicas que ouvia na série. Ainda hoje há músicas que ouço e associo automaticamente à série, mas adoro. Alias, cada episódio (187 como referi supra) tem o nome de uma música.

Bom, se tiverem curiosidade vejam! E comentem connosco.

Quem é que já viu esta série? Contem-nos tudo! Gostaram? Que personagem gostaram mais?

F.

25
Fev19

(Quase) 8 meses de Benedita Catita

quatro de treta e um bebé

 

216E7FA7-96FC-4B6F-96B5-98FFACAC1ED2.jpeg

Pensei sempre que seria algo bom.
Mas nunca pensei que fosse tão bom. É arrebatador. Adoro as gargalhas e o ar malandro com que me presenteia sempre que chego a casa. Adoro o sorriso constante. Adoro o ar doce e terno. As brincadeiras. O ar desafiador. Os olhos brilhantes e expressivos. O sorriso mais sincero de sempre. E confesso, adoro os “cabritos” que já tem e que teima em mostrar de quando em vez. É saúde!
Percebe tudo o que lhe digo e sorri sempre que sabe que ultrapassou o limite. Fá-lo de forma insistente para colocar um sorriso onde está a seriedade. Encho-a de beijos e sabe sempre a pouco. Abraço -a e digo-lhe vezes sem conta “adoro-te”. Sei que não sabe, ainda, o valor destas palavras, mas sinto que sente nisso amor. O seu ar de felicidade constante - e por todos reconhecido - diz o quanto ela é feliz. Um amor que me ocupa o coração e me faz acordar sempre de sorriso estampado.
Já vos disse que ser mãe é muito bom?
Aí já? Mas digo outra vez!!!
Neste momento a Benedita dorme e não tarda acorda inundada na baba da sua mamã. Sim, assumo.
Com muito sono e cheia de vontade de me juntar à B.,
S.

21
Fev19

CianMira

quatro de treta e um bebé

Olá pessoas!

Hoje venho falar-vos de um empresa muito gira chamada CianMira

WhatsApp Image 2019-02-19 at 12.29.02.jpeg

 

É uma empresa criada por dois apaixonados (e licenciados) em Biologia e Geologia, que sonham que tudo o que envolve a natureza e os animais pode chegar a mais pessoas e consequentemente ajudar as pessoas a sentirem-se bem com elas, com o mundo, com todos os seres. E vamos lá ver, é destes projectos/empresas que cada vez precisamos mais, o aquecimento global não é um mito, o nosso planeta não está a ficar melhor e não sabemos muito bem como é que esta desconsideração pelo ambiente, planeta, seres vivos, natureza e tudo isso, por nós humanos se irá repercutir dentro de muito pouco tempo. Ou aliás, sabemos, mas não prestamos atenção e estamos sempre a deixar para depois, o que nos trará consequências graves.

 

Voltando ao CianMira, perguntam vocês, o que é que eles fazem? Pois bem, indo ao que eles próprios dizem: Fecha os olhos. Imagina-te no meio da floresta. À tua frente, corre um riacho cuja água límpida bate nas rochas e salpica uma rã silenciosa. Olhas para cima. Sentes a brisa fresca, ouves a frescura das folhas e alegria das aves, o odor das flores. Agora, abre os olhos. Queres voltar a sentir essa liberdade? O CianMira proporciona-te a experiência de descobrires essa natureza, esse Portugal selvagem ao qual todos pertencemos. Juntos, vamos descobrir, explorar e proteger este património que é nosso, que é de todos.

"O CianMira presta serviços na área das ciências biológicas e geológicas, pretendendo divulgar as ciências, a protecção e conservação da natureza e a educação ambiental aliadas à cultura regional a todos aqueles que pelo seu caminho se cruzarem, através de actividades ao ar livre e nas suas instalações."

Eles organizam visitas guias, passeios e muito mais para família, para miúdos, para escolas, para turistas. Natureza? É com eles! Mas não fazem só programas ao ar livre. O CianMira tem instalações em Mira, onde também decorrem variadas actividades.

WhatsApp Image 2019-02-19 at 12.29.02 (1).jpeg

Com o CianMira podemos incutir aos nossos filhos, sobrinhos, afilhados, netos e por aí fora, o bem que a natureza nos faz e incentivá-los a preserva-la. Claro que as actividades desta empresa servem para miúdos e graúdos, mas não é desde pequeninos que criamos hábitos? Que incutimos o gosto pelas coisas? Que formamos os nossos próprios pontos de vista, opiniões, que formamos a nossa personalidade, ao fim ao cabo? E se pudermos proporcionar aos nossos miúdos actividades e experiências que não são o hábito deles, isso não os vais enriquecer e fazê-los felizes? Eu cá acho que vai!

Como tal, e já em datas próximas, eles têm actividades/programas aos quais vocês podem aderir.
A Hora da Família – que se realiza todos os fins de semana com actividades diferentes todos os meses onde podem reunir a vossa família e fazer actividades ao ar livre e não só.

WhatsApp Image 2019-02-15 at 18.14.52.jpeg

 

E ainda de 8 a 18 de Abril os vossos miúdos podem desfrutar de umas Férias da Páscoa diferentes!

WhatsApp Image 2019-02-15 at 18.20.55.jpeg

Não se esqueçam, visitem o site do CianMira, lá têm toda a informação que podem precisar e podem entrar em contacto com eles. Óptima empresa, com óptimas actividades, vale a pena conhecer!

E utilizando o lema deles: “Conhecer é Proteger”! 


F.

18
Fev19

Indefinição.

quatro de treta e um bebé
Acredito que se tenham cruzado por diversas vezes.
Foram passando um por um lado, outro pelo outro. Passeios diferentes, quiçá a meros centímetros de distância em que apenas as pessoas pelo meio impediram que os olhos se tocassem.
E não tocaram.
 
Tiveram a oportunidade de se conhecer outras tantas vezes. Pessoas, lugares em comum.
E não aconteceu.
 
Aqui e ali, foram fintando o destino como se de um jogo do apanha se tratasse.
Talvez tentando evitar, ou à esperar do momento certo.
Bateram de frente quando menos esperavam. E podiam ter sido felizes para sempre.
Mas não foram.
 
Teimosos, resistiram uma e outra vez. Até que não resistiram mais. 
Sem querer, ou talvez não, aos poucos, e cada vez mais.
Mas não. E não.
 
E foram. Deixaram-se ir. Juntos. Mas com um pé atrás. Como se um talvez se tratasse.
Ingénuos, acreditavam que controlavam os sentimentos.
Mas não.
 
Aos empurrões e sobressaltos, aos recuos e suspensões, caíram na própria rede. Na rede de cada um.
Quiserem sair, trepar.
Quiseram deixar os Ses e os Talvez. Quiseram abandonar os Mas e os Nãos. Parar de resistir. Lutar.
Mas não...
Agora já não.
 
M.

Pág. 1/3

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D