Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

20
Set20

Vamos lá fazer um bocadinho de serviço público

quatro de treta e um bebé

Olá pessoas, 

 

O post hoje vai servir para ajudar aquelas alminhas mais confusas ou distraidas na forma como colocar a máscara.

Outra vez? ainda? É mesmo preciso um post destes?

Pois bem pessoas, eu achava que não realmente. Meio ano depois, com tanto acesso à televisão e à internet, já era das pessoas saberem colocar, usar e tirar uma máscara. Mas não sabem. Palavra que não. E não, não estou a falar de pessoas muito idosas, com algumas dificuldades. Estou a falar de pessoas novas, com todas as capacidades e mais algumas para saberem fazê-lo. 

Primeiro ponto (não necessariamente que ver com a forma de colocação da mascara): se usam máscaras cirúrgicas descartáveis, ela são descartáveis por um motivo. Para deitar fora pessoas - no caixote do lixo, não no chão por favor. Não é suposto usar uma máscara descartável dias seguidos!!! 

Segundo ponto: Se usam máscaras de pano/tecido o que for, máscaras laváveis, elas são laváveis por algum motivo! tal como as descartaveis são para deitar fora - reitero, no caixote do lixo, não no chão - as laváveis são para lavar entre utilizações. Não é suposto usar uma mascára lavável dias seguidos sem lavar, está bem?

Terceiro ponto: as mascáras não se usam debaixo do nariz. É suposto as mascaras taparem a boca e o nariz. 

Quarto ponto: não tirem as mascáras para falarem. Sim, todos nós ficámos mais surdos com o uso da máscara. Sim, mais surdos. Curiosamente todos nós nos munimos da leitura dos lábios e nem sabiamos. Maaaas, isso não é desculpa para tirar a máscara quando falam, está bem? 

Quinto ponto: não andem sempre a mexer na máscara senhores! as mascáras são para colocar, usar e retirar. não é para estar sempre a por e a tirar, a ajeitar, a fazer trinta por uma linha e nunca desinfectar as mãos enquanto o fazem. 

5 pontos importantes e essenciais. Deixo-vos aqui umas imagens úteis que vos podem ajudar nisto da máscara. Tomem atenção. É facil e é uma questão de hábito. Ninguém é mais que ninguém. 

uso-mascaras.jpg

image.png

1.jpg

Pode ser chato, incómodo, mas não é assim tão dificil.

Façam lá o esforço.

Será que é esta semana que eu não vou precisar de dizer a ninguém 'ponha a máscara'?

F. 

 

01
Set20

Vão buscar as pipocas #1

quatro de treta e um bebé

Para quem ainda está de férias (ou, pelo menos, em mood de férias) ou simplesmente devora filmes como a F. devora livros, trazemos algumas sugestões!

 

Desta vez, escolhi filmes que combinam o prazer cinematográfico com a minha já assumida paixão por música.

Como este meu gosto não é novidade, já vos tinha falado do Mamma Mia e do A star is born / Assim nasce uma estrela.

Escrevo-vos agora três outras recomendações:

 

THE GREATEST SHOWMAN

 

Com um elenco deste calibre, o entusiasmo era grande. Contudo, cerca de dois anos depois da estreia, além de ainda maior expetativa, tinha algum receio de me vir a dececionar. Isso não aconteceu.

O filme é inspirado pela história de P. T. Barnum, uma personagem algo excêntrica, carismática, obcecado com o espetáculo, o entretenimento, com o fantástico e o maravilhar o público, o empresário e showman nato que terá ficado conhecido como criador do circo moderno.

Este é um daqueles filmes que tem a capacidade de nos fazer imergir, de nos levar para aquela história e aquela realidade. Neste caso, a realidade é feita de sonhos, luzes, música e espetáculo. Claro que é possível ver na história real de Barnum aspetos negativos, mas tratemos o filme pelo que ele é, entretenimento, e escolhamos ver a parte boa, inspirar-nos a perseguir sonhos, apreciar as nossas peculiaridades e deixar-nos levar pela magia e imaginação.

IMDB

 

ALADDIN

 

Sou fã assumida da Disney e adoro deixar-me levar pelas histórias imersivas, de fantasia, de finais felizes e inspiração.

Vá, este todos nós conhecemos e dispensa apresentações.

O filme está muito bem conseguido, muito fiel à produção original. O génio, apesar de todas as limitações que não ser animação acarreta, é maravilhosamente interpretado pelo Will Smith, aliás, não imaginaria outra pessoa a desempenhar tão bem este papel. Pode não mudar tantas vezes de forma e de tamanho e fazer todas aquelas brincadeiras impossíveis com um corpo humano, mas continua a ser um génio carismático, atrevido e provocador, que consegue captar toda a nossa atenção.

Além das canções originais e da história primitiva, o filme atual conta com uma atualização aos tempos modernos. A Jasmine dos tempos modernos canta uma canção original escrita de propósito para o filme (Speechless) e assume um papel muito mais assertivo, menos submisso, de afirmação e empowerment. Um pouco de girl power só podia trazer coisas boas.

IMDB

 

YESTERDAY

 

Esta é uma daquelas comédias românticas levezinhas, para ver para relaxar e animar um pouco o dia.

Imaginem um mundo onde ninguém se lembra dos The Beatles, exceto um músico não sucedido.

Imaginem nunca ter ouvido, antes de hoje, todos os clássicos que influenciaram gerações de artistas de todos os tipos musicais. E, de repente, um tipo sai-se com um Yesterday, um Hey Jude (Hey Dude no filme) ou um All you need is love. Se grande parte de nós não consegue resistir a cantarolar aos primeiros acordes, imaginem o que é só vocês se lembrarem de algo que sabem que tem este tipo de potencial. Acredito mesmo que aquelas mesmas músicas, lançadas no dia de hoje, com mais ou menos impacto considerando tudo o que mudou desde então, iriam ser na mesma marcantes.

Além da boa música, o filme ainda dá para umas boas gargalhadas.

IMDB

 

 

Na watchlist deste tipo de filmes tenho Rocketman, Blinded by the light e Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga.

 

E vocês, gostam deste tipo de filmes? Que sugestões têm para nos dar?

 

Boas sessões e sing-alongs!

 

R.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D