Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

10
Jan20

Ano Novo, Leituras Novas

quatro de treta e um bebé

Olá pessoas!

Bom Ano! Que tenham um 2020 e uma década nova muito feliz!

Ora bem, (já dizia o RAP na musica da comercial ) hoje vamos falar sobre as leituras de 2019 e sobre as aspirações de 2020!

Para mim, 2019, quando comparado com 2018, foi um ano muito fraquinho em leituras. Em 2018 li 30 livros, o que fez com que em 2019 tivesse como meta os mesmos 30 livros. O problema é que só consegui chegar aos 23, sendo que 4 deles foram infantis por isso quase não contam. 

b1.JPG

Curiosamente estes dois livros que aparecem na imagem foram dos meus preferidos do ano. O livro infantil do David Litchfield é maravilhoso. Tem uma ilustração de emocionar e fui muito feliz a ler este livrinho!
o Diz-me quem sou da Julia Navarro é um livrão. É maravilhoso, é um daqueles de 1000 páginas que parece que tem 300 de tão fácil de ler que é! Já fui comprar mais livros dela, porque se forem todos comos dois dela que li, são bons de certeza!

Fui falando ao longo do ano das minhas leituras, aquiaqui e aqui! por isso já sabem que dos meus livros preferidos, além desses dois foi o Becoming, da Michelle Obama e o Robot em Fuga do Peter Brown. Além dos que partilhei aqui gostei muito do Nas Brunas da Noite da Sandra Byrd, mesmo muito. Adoro livros de epóca, livros que retratam epócas que nao conheço e onde gostava de ir 'passear', por isso o segundo dela está definitivamente nos meus próximos a comprar! 

Outro que adorei, não desilude nunca, foi o The Truth Pixie Goes do School, do Matt Haig. Já sabem que adorei o primeiro e o segundo não foi excepção. Tenho pena que só haja na língua original, em inglês, porque acho que era um livro que todos deviam ler, miúdos e graúdos. Mas, um livro do mesmo autor já traduzido para português é o MARAVILHOSO Um Rapaz Chamado Natal. Basicamente esta é a história do Pai Natal. E desengane-se quem acha que esta é uma história fácil e sem sofrimento. É uma historia complexa, bonita e cheia de magia mas é um livro que vale tanto a pena ler... O Segundo já é meu, e no próximo natal nao me escapa! 

Chegados ao fim de mais um ano de leituras, é tempo de definir novas metas para 2020. Neste novo ano o meu objectivo são 20 livros. O tempo tem escasseado e preciso dividir o tempo dos livros com o tempo das séries (já sabem que sou viciada não é?). Por outro lado já tenho um trabalho tão desgastante, psicologicamente, que só me tem apetecido aqueles livros leves e fáceis de ler, mas vamos lá ver o que o novo ano me reserva em termos de livros. Pelo menos não vou ser demasiado ambiciosa e vamos ver se pelo menos os 20 consigo!

Para já, comecei o ano com um livro de um autor turco (nunca tinha lido nenhum autor turco), Orhan Pamuk, O Museu da Inocência. Este autor ganhou o prémio nobel da literatura. Por isso, só coisas boas: autor desconhecido, galardoado, e sobre um país e uma cidade cujo interesse cresce a olhos vistos. Depois conto-vos o que achei!

E vocês, definem objectivos de leitura para o ano? Se sim contem-me quantos livros planeiam ler!

F. 

1 comentário

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D