Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

quatro de treta e um bebé!

"Não me digam que concordam comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado." – Oscar Wilde

27
Mai19

"Se a abstenção resolvesse alguma coisa, Portugal estava óptimo"

quatro de treta e um bebé

Olá Pessoas, 

Então parece que ontem foi dia de Eleições e que, em Portugal, houve resultados de abstenção históricos. 

Eu francamente não entendo pessoas que não votam. Nomeadamente não entendo mulheres que não votam. 

Como e que em pleno século XXI, ano 2019, ainda consentimos que os outros votem por nós? Sim porque não votar é deixar que quem vota o faça por nós, é deixar que escolham em nosso nome.
Como é que estamos em 2019 e continuamos a achar que não é importante votar? Votar é sempre importante, votar nas europeias é importante. Não esquecer que é de lá que saem muitas das "leis" que vamos aplicar ao nosso país, e de lá que saem as directivas que temos que transpor, são eles lá que dão a cara por nós! Estão lá a representar-nos. Como e que não nos importamos com isso? Aliás, eu importo, eu votei, quem não vota, claramente não se importa. Porque? Não sei.
Está bem, estão todos fartos de política e de políticos, está bem. Mas vivemos numa democracia e a única forma de começar a fazer a diferença e ir às urnas, é tentar por nos sítios pessoas que pugnem por nós. E não adianta de nada estarmos fartos de política porque ela vai continuar a existir. E é através dela que vamos continuar a evoluir, que vamos continuar a fazer escolhas e que vão continuar a haver pessoas a escolher por nós.

Dizia eu no início que não entendo quem não vota, especialmente as mulheres. E digo, não entendo mesmo! Só há 125 anos é que podemos votar, em Portugal só desde 1931 é que adquirimos o direito de voto, e atenção, não era um direito pleno, só algumas mulheres o podiam fazer (como por exemplo estudantes universitárias e com cursos superiores). A lei eleitoral tal como conhecemos hoje é data de 1979! Em pleno século XXI há lugares em que as mulher ainda não podem votar, e nós, privilegiadas, que nunca tivemos que lutar pelo direito/dever de votar, que não tivemos nenhum familiar a morrer na luta para as mulheres votarem, que simplesmente nascemos assim, privilegiadas e a saber que temos direito a votar como qualquer homem, chegamos ao dia de eleições e escolhemos não ir. Escolhem não ir. Não compreendo. Acho aliás que é uma falta de respeito por todos os que lutaram por algo tão básico como o direito de voto.
E não me digam que não estavam cá, que estavam a trabalhar etc etc porque era possível votar antecipadamente, havia alternativas. Não se justifica quase 70% de abstenção. Não se justifica.

Shame on you que não foram votar. Agora fiquem aí, nos vossos telemóveis, nas redes sociais, a mandar vir e a criticar tudo e mais alguma coisa, comportem-se como se tivessem tentado mudar alguma coisa, mesmo com uma coisa tão simples como votar. E vejam lá se nas próximas eleições,  voltam a ficar no sofá, ou na praia, e não tirem uns minutos do vosso dia para irem votar. Deixem que os outros escolham por vocês.. E depois queixem-se...

F.

Sobre mim

foto do autor

Pesquisar

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D